Início > Bombou!, Pense Nisso!, Período 5º > Vitrine Líbia a Céu Aberto

Vitrine Líbia a Céu Aberto

Ao contrário da restrição aérea na Líbia, a exposição do arsenal de guerra ocidental está liberada.

Uma coisa é ser óbvio, outra coisa é ser oficial. É óbvio que a França aproveita a guerra para demonstrar seu arsenal de guerra, principalmente o caça Rafale. Mas oficializar é, no mínimo, triste: foi assim que fez o subdiretor do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas francês, Jean Pierre Maulny, ele disse que “embora o Rafale já seja empregado no Afeganistão, esse conflito não é popular. E por isso, os industriais precisam informar sobre o material. Talvez [ a operação na Líbia] seja  uma forma de fazer publicidade do Rafale graças à experiência em combate”.

Sim, triste. Mas realista. Eu mesmo não gosto de me iludir com mentiras. A realidade é que esta guerra, teoricamente à favor da democracia, também é movida por dinheiro. Apesar da motivação monetária estar no fim da frase, estou inclinado a dizer que é o motivo mais importante. Dinheiro que, no caso do Brasil, é representado pela cifra de R$ 4 bilhões, custo que o governo pretende gastar na compra de 36 caças onde o Rafale está na disputa, junto com o Gripen NG da sueca Saab e o FA-18 Hornet da americana  Boeing.

A experiência conta à favor da posição francesa, pois o mesmo foi feito em 1967 na Guerra dos Seis Dias, no Irã. Na ocasião, depois da vasta utilização do Mirage 3, o modelo tornou-se fonte de renda para a França até o fim de 1980. Tudo bem, a França tem crédito democrático pela Revolução Francesa. Mas, infelizmente, ela foi  movida basicamente por interesses econômicos: produção agrícola insuficiente, atingindo principalmente os camponeses; e negação de novos impostos ao clero e nobreza, que buscaram ajuda nos burgueses, que por sua vez aspiravam ascensão.

Por favor, não estou querendo com este post difamar os franceses ou dizer que tudo é dinheiro. Mas precisamos saber que cada um age baseado em um incentivo e muitas pessoas têm no dinheiro um grande incentivo: sejam franceses, líbios os brasileiros.

Fonte: Reportagens Portal Exame

Sarkozy afirma que aviões franceses já estão combatendo na Líbia (19/03/2011)
Aviões franceses abrem fogo contra tropas de Kadafi (19/03/2011)
França realiza 1º disparo contra veículo pró-Kadafi na Líbia (19/03/2011)
Aviões franceses retomam operações na Líbia pelo 3º dia (21/03/2011)
Líbia, uma salvação comercial para o Rafale francês (21/03/2011)
Aviação francesa destruiu pelo menos 5 aviões líbios e 2 helicópteros (26/03/2011)
Franceses bombardeiam ‘centro de comando’ perto de Trípoli (28/03/2011)
Consórcio Rafale faz parceria com empresas mineiras (01/04/2011)

Compartilhe este post: Share on Facebook Like this on Facebook

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: