Início > Bombou!, Pense Nisso!, Período 5º > Vitrine Líbia a Céu Aberto

Vitrine Líbia a Céu Aberto

Ao contrário da restrição aérea na Líbia, a exposição do arsenal de guerra ocidental está liberada.

Uma coisa é ser óbvio, outra coisa é ser oficial. É óbvio que a França aproveita a guerra para demonstrar seu arsenal de guerra, principalmente o caça Rafale. Mas oficializar é, no mínimo, triste: foi assim que fez o subdiretor do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas francês, Jean Pierre Maulny, ele disse que “embora o Rafale já seja empregado no Afeganistão, esse conflito não é popular. E por isso, os industriais precisam informar sobre o material. Talvez [ a operação na Líbia] seja  uma forma de fazer publicidade do Rafale graças à experiência em combate”.

Sim, triste. Mas realista. Eu mesmo não gosto de me iludir com mentiras. A realidade é que esta guerra, teoricamente à favor da democracia, também é movida por dinheiro. Apesar da motivação monetária estar no fim da frase, estou inclinado a dizer que é o motivo mais importante. Dinheiro que, no caso do Brasil, é representado pela cifra de R$ 4 bilhões, custo que o governo pretende gastar na compra de 36 caças onde o Rafale está na disputa, junto com o Gripen NG da sueca Saab e o FA-18 Hornet da americana  Boeing.

A experiência conta à favor da posição francesa, pois o mesmo foi feito em 1967 na Guerra dos Seis Dias, no Irã. Na ocasião, depois da vasta utilização do Mirage 3, o modelo tornou-se fonte de renda para a França até o fim de 1980. Tudo bem, a França tem crédito democrático pela Revolução Francesa. Mas, infelizmente, ela foi  movida basicamente por interesses econômicos: produção agrícola insuficiente, atingindo principalmente os camponeses; e negação de novos impostos ao clero e nobreza, que buscaram ajuda nos burgueses, que por sua vez aspiravam ascensão.

Por favor, não estou querendo com este post difamar os franceses ou dizer que tudo é dinheiro. Mas precisamos saber que cada um age baseado em um incentivo e muitas pessoas têm no dinheiro um grande incentivo: sejam franceses, líbios os brasileiros.

Fonte: Reportagens Portal Exame

Sarkozy afirma que aviões franceses já estão combatendo na Líbia (19/03/2011)
Aviões franceses abrem fogo contra tropas de Kadafi (19/03/2011)
França realiza 1º disparo contra veículo pró-Kadafi na Líbia (19/03/2011)
Aviões franceses retomam operações na Líbia pelo 3º dia (21/03/2011)
Líbia, uma salvação comercial para o Rafale francês (21/03/2011)
Aviação francesa destruiu pelo menos 5 aviões líbios e 2 helicópteros (26/03/2011)
Franceses bombardeiam ‘centro de comando’ perto de Trípoli (28/03/2011)
Consórcio Rafale faz parceria com empresas mineiras (01/04/2011)

Compartilhe este post: Share on Facebook Like this on Facebook

Advertisements
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: